Kraken

O que é a Lightning Network?

O Guia do Iniciante da Lightning Network do Bitcoin


A Lightning Network (também chamada de Lightning, ou LN) é uma solução de escalabilidade baseada no Bitcoin que permite aos usuários enviar e receber BTC rapidamente praticamente sem taxas. 

A Lightning é considerada uma solução off-chain, de Camada 2, o que significa que as transferências são feitas por meio de uma nova rede de canais de pagamento ancorada no blockchain do Bitcoin. 

Como a primeira e principal criptomoeda do mundo, o Bitcoin se tornou um importante meio de transacionar valor porque, pela primeira vez, qualquer titular tem a liberdade de:

  • Manter o bitcoin sem a inflação inesperada da oferta 
  • Enviar e receber bitcoin sem a necessidade de um intermediário
  • Verificar as transações usando seus próprios nós
     

No entanto, muitos concordam que o Bitcoin ainda precisa de melhor funcionalidade para se tornar um meio de troca global e um sistema de dinheiro peer-to-peer, como originalmente estabelecido no whitepaper seminal do Bitcoin: Um sistema de dinheiro eletrônico peer-to-peer. Atualmente, o Bitcoin enfrenta as seguintes limitações:

  • Taxas — como o espaço em blocos é limitado, as taxas de mineração podem flutuar bastante com base na demanda por inclusão de transações.
  • Transações por segundo — a Bitcoin só é capaz de aproximadamente sete transações por segundo (TPS)
  • Congestionamento da rede —  tempos de blocos lentos e uso intenso da rede podem resultar em atrasos nas confirmações de transação
     

A Lightning Network do Bitcoin tem como objetivo resolver essas limitações fornecendo transações instantâneas e baratas, ao mesmo tempo que alcança uma taxa de transferência de aproximadamente um milhão de transações por segundo

Embora a Lightning possa ser usada para qualquer tipo de transferência, a maioria a considera útil para micropagamentos ou transferências menores que normalmente não são econômicas devido a taxas de camada base.

Desde agosto de 2021, as estatísticas da Lightning Network mostram que mais de 2.000 BTC foram transferidos usando a rede. 

É importante observar que a Lightning Network não implementa um novo token e possibilita as mesmas liberdades que o Bitcoin. Ela é descentralizada, sem permissão e de código aberto. Sua segurança deriva de transações on-chain de Bitcoin, que usam contratos inteligentes para permitir liquidações off-chain instantâneas. 
 

what is the lightning network


Benefícios da Lightning Network

A Lightning Network do Bitcoin foi desenvolvida principalmente para promover a adoção de pagamentos diários de bitcoins, aumentando as velocidades de transação e diminuindo as taxas de transação. No entanto, abrir canais de pagamento em uma segunda camada trouxe vários outros benefícios. 

 

Escalabilidade

O Bitcoin é um sistema de transmissão global no qual todos verificam cada transação antes de adicioná-las ao blockchain. Embora esse sistema permita que o Bitcoin seja verdadeiramente descentralizado, sua principal desvantagem é que permite aproximadamente sete transações por segundo (TPS). 

O sistema de canais da Lightning permite rotas reutilizáveis que são adicionadas ao blockchain do Bitcoin assim que os canais são fechados. Teoricamente, isso significa que a LN pode ajudar a dimensionar o TPS do Bitcoin para até um milhão de TPS. 

 

Privacidade

As transações no blockchain do Bitcoin podem ser rastreadas de carteira para carteira. Usando a Lightning Network, somente a abertura e o fechamento de canais são gravados na cadeia, o que significa que a maioria dos micropagamentos será praticamente não rastreável.

Uma breve história da Lightning Network


A Lightning Network foi originalmente concebida em um whitepaper escrito por Joseph Poon e Tadge Dryja em 2015.

O seu testnet foi lançado em maio de 2016 e, até janeiro de 2017, a primeira implementação da Lightning, a lnd, foi lançada na sua fase alfa. A primeira transação do mundo real em um canal da Lightning Network ocorreu em dezembro de 2017, quando Alex Bosworth usou a Lightning para pagar sua conta telefônica. 


Em um final poético para a fase de desenvolvimento alfa, Lazlo Hanyezc, a primeira pessoa a usar bitcoin no mundo real pagando 10.000 BTC por duas pizzas em 2013, usou a Lightning para, mais uma vez, comprar duas pizzas. 

Desde então, várias equipes lançaram nós da Lightning na rede principal, incluindo as soluções c-lightning da Blockstream, lnd da Lightning Labs e Eclair da Acinq.

Tocha da Lightning

Em janeiro de 2019, a personalidade pseudônimo do Twitter, Hodlonaut, enviou 0,001 BTC (ou 100.000 satoshis) para uma carteira Trust usando a Lightning Network. O objetivo deste exercício era que esse destinatário adicionasse 10.000 satoshis ao total e os enviasse para outra carteira LN, estabelecendo assim uma cadeia de transações em todo o mundo. 

A tocha metafórica foi transferida 292 vezes, inclusive para pessoas como Jack Dorsey, Elizabeth Stark e Pierre Rochard, antes de chegar a 4.390.000 satoshis que foram então enviados para Bitcoin Venezuela, uma organização sem fins lucrativos que visa promover o Bitcoin na Venezuela.

Como funciona a Lightning Network?

A Lightning Network é construída off-chain para que os usuários conduzam transferências de bitcoins, em um esforço para reduzir o congestionamento da rede on-chain. 

Para começar, um canal é aberto entre duas partes, pelo qual elas podem enviar fundos. Eles podem então usar esse canal para enviar BTC entre si instantaneamente, com taxas próximas de zero, sem a necessidade de transmitir cada transação à camada base do blockchain Bitcoin. 

Qualquer uma das partes pode liquidar o blockchain Bitcoin e fechar o canal a qualquer momento. 

Quando o canal é fechado e liquidado no blockchain da camada base, os fundos são enviados para cada parte de acordo com o histórico de transferência do canal, que é resumido em sua totalidade como uma única transação no blockchain Bitcoin. As únicas transações relacionadas à Lightning que são transmitidas para a rede Bitcoin são a abertura e o fechamento de canais. Isso ajuda a liberar espaço em bloco, resultando em taxas de rede mais baixas e em um aumento da atividade econômica por bloco.  

O canal de pagamento direto entre as duas partes também pode se tornar parte da Lightning Network mais ampla. Se duas partes não tiverem um canal direto, poderão transferir fundos por meio de caminhos interconectados. Os nós da Lightning na rede procuram a melhor rota para realizar a transação. 

Por exemplo, se seu amigo (com quem você tem um canal) levar você para sua cafeteria favorita, com a qual tem um canal, a Lightning Network permite que você encaminhe seu pagamento por meio do seu amigo ao pagar pelo café, sem que você precise abrir um novo canal com a cafeteria. Tudo isso acontece em alguns segundos e não está sujeito a longas esperas ou altas taxas, como no blockchain principal.

Observe que os analistas do Bitcoin on-chain podem identificar rapidamente essas transações como provenientes da Lightning Network, pois elas aparecem como contratos inteligentes complexos que incluem as várias chaves públicas e assinaturas usadas no canal. Esta questão é abordada pelas propostas de melhoria do Bitcoin incluídas na atualização Taproot, que visam melhorar a privacidade de cada transação.

Comece a comprar bitcoins


Agora você está pronto para dar o próximo passo e comprar bitcoins!