Kraken

O que é DAI? (DAI)

Guia para iniciantes


Primeira criptomoeda descentralizada e apoiada em colateral, o DAI, é um ativo de cripto que tenta manter um valor 1:1 estável com o dólar americano por meio do bloqueio de outros ativos cripto em contratos.

Isso significa que, ao contrário de outras criptomoedas com suporte em ativos, que podem ser emitidas por empresas com fins lucrativos, o DAI é o produto de um software de código aberto chamado Protocolo Maker, um aplicativo descentralizado em execução na blockchain do Ethereum.

Assim, o DAI mantém seu valor não por meio de suporte em dólares americanos custodiados por uma empresa, mas usando a dívida colateralizada denominada em ether (ETH), a criptomoeda do Ethereum. 

Se você não estiver familiarizado, os empréstimos colateralizados fornecem uma maneira para um credor garantir um empréstimo usando os ativos que possui. Historicamente esses empréstimos têm uma taxa de juros mais baixa do que a dos empréstimos não garantidos, pois permitem que os credores confisquem o ativo e o vendam no caso de os mutuários não poderem pagar os empréstimos.

O Protocolo Maker, por meio de contratos inteligentes executados no Ethereum, permite que os mutuários bloqueiem ETH e outros ativos de cripto, colateralizando-os, a fim de gerar novos tokens DAI na forma de empréstimos. 

Se os mutuários quiserem recuperar o ETH bloqueado, terão que devolver o DAI ao Protocolo e pagar uma taxa. Em caso de liquidação, o Protocolo Maker tomará o colateral e o venderá usando um mecanismo de leilão interno baseado no mercado.

Devido ao seu design, o fornecimento de DAI não pode ser alterado por nenhuma parte da rede. Em vez disso ele é mantido por meio de um sistema de contratos inteligentes projetado para responder dinamicamente às mudanças no preço de mercado dos ativos em seus contratos.

Para atualizações mais regulares do projeto, você pode marcar como favorito o blog do Medium oficial, que inclui dicas e tutoriais sobre a rede e sua tecnologia em evolução. 

What is dai


Quem criou o DAI?

Fundada em 2014 por Rune Christensen, a Maker Foundation criou o Protocolo Maker, um projeto de código-fonte aberto cujo objetivo era operar um sistema de crédito que permitisse aos usuários tomar empréstimos colateralizados por criptomoedas. 

O DAI foi oficialmente lançado no protocolo Maker em 2017 como um meio de fornecer um ativo de empréstimo não volátil para empresas e indivíduos.

A Maker Foundation por fim cedeu o controle do software para a MakerDAO, uma organização autônoma descentralizada que agora rege o Protocolo.
 

Como o DAI funciona?


O DAI é um ativo de cripto que é colateralizado por outras criptomoedas.

Se os usuários quiserem adquirir o DAI, podem gastar ETH para comprar o valor equivalente em dólares em DAI em uma exchange ou podem fazer a colaterização de ETH e de outros ativos usando o Protocolo Maker. 

O último método permite que os usuários que não desejarem vender seus ETH ainda adquiram o DAI.

Posições da dívida colateralizada 

As Posições da dívida colateralizada (CDPs) são os contratos inteligentes no Protocolo Maker que os usuários podem utilizar para bloquear seus ativos colaterais (ou seja, ETH ou BAT) e gerar DAI. 

As CDPs podem ser consideradas como cofres seguros para armazenar o colateral mencionado anteriormente. Para responder à volatilidade do colateral da cripto, o DAI é frequentemente colateralizado em excesso, o que significa que o valor do depósito necessário é geralmente maior que o valor do DAI.

Por exemplo, os usuários devem gastar US$ 200 em ETH para receber US$ 100 DAI, o que se destina a levar em conta a possível diminuição no valor de ETH. Como resultado, se o ETH sofrer depreciação de 25%, os US$ 100 em DAI ainda seriam colateralizados com segurança em US$ 150 em ETH. 

Para recuperar o ETH armazenado, o usuário deve devolver o DAI e pagar uma taxa de estabilidade.
 

 


Por que o DAI tem valor?

As stablecoins como o DAI podem oferecer aos negociadores uma ferramenta poderosa para evitar a volatilidade às vezes extrema das muitas criptomoedas cujos preços são determinados pelo mercado aberto. 

Por exemplo, ao transferir o valor para DAI, o negociador pode reduzir o risco de exposição a uma queda repentina no preço do Bitcoin ou do Litecoin. No entanto, isso pode resultar no custo de perda de exposição a um aumento repentino no valor também. 

Outra vantagem do DAI é que ele pode remover os custos de transação e atrasos que prejudicam a execução da negociação dentro do mercado de cripto quando são usadas moedas tradicionais do governo, que podem precisar ser transferidas entre bancos, atrasando a execução ideal. 

O DAI também oferece aos usuários a capacidade de acessar empréstimos de uma forma que pode oferecer vantagens em relação às opções existentes. Diferentemente de um processo no qual o crédito é avaliado por um banco ou instituição financeira, os usuários de DAI podem simplesmente colocar ether e receber DAI. 

Quando decidirem pagar os empréstimos de volta, pagarão somente uma taxa pequena adicional.
 


Por que usar o DAI?

Os usuários podem ter interesse em comprar DAI porque ele oferece os benefícios de eficiência e transparência da criptomoeda e, ao mesmo tempo, proteção contra a volatilidade dos preços. 

O DAI, como muitas outras criptomoedas, é borderless, programável e fácil de transferir e tem o bônus adicional de oferecer um preço estável.

Os usuários da Kraken podem transferir rapidamente o DAI para suas contas e trocar o DAI por outras criptomoedas. 
 

Começar a comprar DAI


Agora você está pronto para dar o próximo passo e comprar alguns DAI!