Kraken

O que é Tezos? (XTZ)

Guia para iniciantes


O Tezos foi lançado em 2014 para criar o que foi chamado de “blockchain com atualização automática”.

Com implementação complexa, a ideia central era simples: o Tezos permitiria que qualquer pessoa que tivesse a criptomoeda XTZ votasse em possíveis alterações em suas regras e, uma vez decidido, o software seria atualizado automaticamente para garantir que as alterações fossem feitas. 

Usando esse sistema, o Tezos teve como objetivo reduzir as chances de que sua blockchain bifurcasse, criando duas criptomoedas separadas com dois preços distintos. 

No entanto, a ideia de que uma criptomoeda poderia se atualizar dentro de seu próprio software tinha implicações mais amplas ao iniciar uma conversa sobre o que seria chamado de "governança de blockchain". 

A chegada do Tezos alterou a taxonomia da blockchain, separando efetivamente os criptoativos em dois campos, aqueles com "governança off-chain" e aqueles com "governança on-chain".

Para fazer seu sistema funcionar, os usuários do Tezos puderam votar por meio de um processo chamado "bake", no qual concordaram em bloquear o XTZ que possuíam em contratos especiais. Os usuários podem se tornar bakers ou delegar o XTZ a outros bakers para ganhar o XTZ recém-cunhado do protocolo. 

Para este novo design, o Tezos conseguiu arrecadar níveis de financiamento recorde em 2017 antes de lançar sua blockchain ao público em 2018. 

Para atualizações mais regulares da equipe do Tezos, você pode favoritar o blog Medium do Tezos, que inclui dicas e tutoriais sobre a rede e sua tecnologia em evolução. 

What is Tezos xtz


Quem criou o Tezos?

A blockchain do Tezos foi criada pelo casal Arthur e Kathleen Breitman em 2014 por meio da Dynamic Ledger Solutions, uma start-up que eles fundaram para desenvolver o Tezos.

A equipe do Tezos realizou uma oferta inicial de moeda (ICO) em julho de 2017, arrecadando o equivalente a US$ 232 milhões (66.000 BTC e 361.000 ETH), a maior ICO já realizada até então. Após a ICO, a Tezos Foundation, com sede na Suíça, foi criada para lançar o protocolo.

A fundação também se comprometeu a adquirir a Dynamic Ledger Solutions, incluindo todos os direitos de propriedade intelectual para a blockchain do Tezos, conforme o acordo da ICO.

Como funciona o Tezos?


A blockchain do Tezos permite muitos recursos comuns às criptomoedas.

Os desenvolvedores podem usar seu software para executar lógica de programação personalizada (smart contracts) e projetar novos programas (aplicativos descentralizados) destinados a replicar produtos e serviços. 

No entanto, seus recursos de votação exigiam um design diferente.

Mais especificamente, a blockchain do Tezos seria dividida em duas partes:

  • Shell — o código que muda com base na votação dos usuários e também é responsável por interpretar transações e operações administrativas
  • Protocolo — o código responsável pelo envio de propostas ao shell para revisão. 

LPoS da blockchain do Tezos

Para manter sua rede sincronizada, o Tezos usa uma variação do consenso clássico de Proof-of-stake (PoS) chamada Liquid Proof-of-stake (LPoS). 

Semelhante aos mecanismos PoS tradicionais, o LPoS é um algoritmo usado por computadores que executam o software Tezos para proteger a rede, validar transações e distribuir o XTZ recém-cunhado.

Para que os participantes ("nós") participem da governança, eles precisam fazer stake do XTZ em um processo que o Tezos chama de "bake". Para se tornar um baker, um nó precisa de 8.000 XTZ (também chamado de roll). 

Os usuários também podem delegar seus tokens a outros bakers, alocando votos a outros usuários para que eles possam ganhar recompensas XTZ em sua blockchain ao vivo.

Os bakers são incentivados a agir de forma honesta, pois os usuários têm a flexibilidade de alternar facilmente entre os bakers aos quais delegam o XTZ, dependendo de suas preferências de votação.

Atualizações do Tezos

Os bakers participam da governança da blockchain votando nas alterações de código propostas. 
O processo de votação consiste em quatro períodos de votação distintos, com um intervalo de aproximadamente 23 dias entre eles.

  • O período da proposta – qualquer baker pode apresentar uma proposta para corrigir ou atualizar a blockchain do Tezos. As propostas com mais votos passam para o próximo período.
  • O período de votação de exploração – as propostas que chegam a uma super-maioria (80% dos votos a favor da proposta) passam para o próximo período.
  • O período de teste – a proposta passa então para uma cadeia de teste temporária (fork de 48 horas) selecionada para verificar se a mudança funciona e é segura para que a rede a adote. 
  • O período de votação de promoção – os bakers votam para determinar se a proposta será implementada. As propostas passam se a votação chegar a uma super-maioria a favor. 

Os bakers também podem anexar faturas às suas propostas. Se a proposta for aprovada após todos os quatro períodos de votação, o protocolo cunhará o valor especificado na fatura e o pagará ao baker. 


Por que o XTZ tem valor?

A criptomoeda XTZ desempenha um papel fundamental na manutenção e operação da rede Tezos e pode ser usada para manter, gastar, enviar ou fazer bake. 

Ao possuir e fazer bake de XTZ, os usuários podem votar em atualizações da rede, com cada voto sendo proporcional à quantidade de criptomoeda XTZ que possuem em bake. 

O Tezos recompensa os participantes com XTZ com base em quantos tokens eles têm em bake, sendo que os bakers recebem uma pequena porcentagem da recompensa alocada para aqueles que delegam seu XTZ.


Por que usar o Tezos?

Os usuários podem achar o Tezos atraente devido aos seus novos recursos de votação. 

A blockchain do Tezos também pode ser interessante para os desenvolvedores que desejam lançar aplicativos descentralizados. Até o momento, há diversos projetos que foram criados na plataforma. Alguns exemplos incluem o tzBTC, um aplicativo financeiro descentralizado que visa tokenizar o Bitcoin, e o Tezsure, um mercado de seguros descentralizado.

Os investidores também podem comprar o XTZ e adicioná-lo ao seu portfólio caso acreditem que o mercado favorecerá um dia o stake de blockchains onde os participantes podem ganhar criptomoedas mais facilmente. 

A Kraken atua como um baker para clientes dispostos a bloquear seus XTZs em uma de nossas carteiras de stake. Os clientes que fazem stake de XTZ com a Kraken receberão um retorno anual de 6%, pago duas vezes por semana. 

Os usuários podem encontrar mais informações sobre a realização de stake com a Kraken aqui

Começar a comprar Tezos


Agora você pode dar o próximo passo e comprar XTZ!