Kraken
ens

O que é Ethereum Name Service? (ENS)

Resumo do Ethereum Name Service

  • O Ethereum Name Service (ENS) é um sistema de nomeação de domínio criado na blockchain do Ethereum.
  • O ENS funciona de forma semelhante ao sistema DNS da internet e ajuda os usuários a encontrar endereços Ethereum por meio de nomes legíveis por humanos, em vez de caracteres hexadecimais complexos
  • O ENS não procura substituir o DNS, mas foi projetado para funcionar junto com ele

O Ethereum Name Service (ENS) é um sistema de nomeação de domínio criado na blockchain do Ethereum. O Ethereum Name Service permite que as letras e números gerados aleatoriamente de um endereço Ethereum padrão sejam convertidos em palavras mais facilmente reconhecíveis, como o nome de uma pessoa ou marca. 

Dessa forma, o ENS funciona de forma semelhante aos serviços de nomeação de domínio tradicionais, nos quais a cadeia de números que compõem um endereço IP é representada por um nome de site legível por humanos que as pessoas podem se lembrar mais facilmente. 

O ENS apresenta um sistema de nomeação aberto, descentralizado e extensível como alternativa à operação geral dos serviços centralizados de nomeação de domínios (DNS). Ele também usa a tecnologia de blockchain para atenuar os riscos de segurança associados à existência de um único ponto de controle. A rede não procura substituir o DNS tradicional, mas trabalha junto com ele.

O token ENS é usado para governança da organização autônoma descentralizada (DAO) do ENS que gerencia a tesouraria compartilhada do protocolo. O token ENS permite que os titulares apresentem propostas e votem nas decisões que influenciam a gestão e o desenvolvimento futuro do protocolo.

ens

Quem criou o Ethereum Name Service (ENS)?

O ENS foi lançado em 4 de maio de 2017 por Nick Johnson e Alex Van de Sade, da Ethereum Foundation (EF). 

Johnson e Van de Sande têm experiência anterior trabalhando em funções tradicionais de engenharia de software no Google, bem como funções de desenvolvimento de design e front-end na Ethereum Foundation. Juntos, eles lideraram uma equipe que esteve envolvida no desenvolvimento inicial do protocolo Ethereum Name Service.

O ENS foi inicialmente financiado pela Ethereum Foundation, que autorizou seu desenvolvimento sob a liderança de Nick Johnson. A concessão de US$ 1 milhão que receberam permitiu que os fundadores construíssem uma equipe e desenvolvessem as primeiras iterações do protocolo. O ENS também recebeu uma concessão de uma quantia desconhecida da Chainlink, em 2020.

Como o Ethereum Name Service funciona?


O Ethereum Name Service oferece uma maneira segura de traduzir a cadeia criptográfica de letras e números que compõem um endereço Ethereum para nomes facilmente reconhecíveis e legíveis. 

Digamos, por exemplo, que um indivíduo queira vender um item, como um token não fungível, a seu amigo e ser pago em ETH. Para que isso aconteça, o vendedor deve partilhar o seu endereço Ethereum público, composto por 42 caracteres hexadecimais, que podem ter o seguinte aspeto:

0xabcC46d439338F972307E9805A86Adaa24D003a9

O ENS resolve a confusão de ter que se lembrar de uma chave pública criptográfica e reduz as chances de que esse endereço possa ser inserido incorretamente. Em vez disso, o ENS permite que os usuários de criptomoedas representem seu endereço criptográfico com uma palavra ou frase fácil de lembrar, legível pelo ser humano, como kraken.eth.

A arquitetura ENS é composta por dois smart contracts: o registro e o resolvedor

O registro ENS consiste em um único smart contract que mantém uma lista de todos os domínios e subdomínios disponíveis por meio do serviço ENS. Ele também armazena três informações cruciais sobre cada domínio: 

  1. O proprietário do domínio, que pode ser uma conta externa ou um smart contract.
  2. O resolvedor do domínio, responsável pelo processo real de tradução de nomes ENS em endereços e vice-versa.
  3. O tempo de armazenamento em cache de todos os registros no domínio, que é o tempo necessário para converter os nomes em endereços.

O resolvedor ENS é o smart contract no centro do serviço, que converte os nomes de domínio ENS legíveis por humanos em seu endereço criptográfico correspondente e vice-versa. 

O resolvedor faz isso com um processo de duas etapas: primeiro, pergunta ao registro qual resolvedor é responsável pelo nome. Em seguida, solicita àquele resolvedor a resposta à consulta.

Observe que o ENS é um sistema hierárquico, semelhante aos serviços de nomeação de domínio atuais comuns na Web, e permite que o proprietário do domínio controle seus subdomínios. Isso permite que o proprietário de um domínio, como kraken.eth, crie outros subdomínios, como learn.kraken.eth e ens.learn.kraken.eth.

Como obter um domínio ENS

Os usuários podem pesquisar nomes de domínio disponíveis no aplicativo ENS.  

Depois de identificar o nome do endereço desejado, os usuários do ENS solicitam o registro do nome de endereço confirmando a primeira de duas transações de sua carteira Ethereum conectada. A segunda transação confirma o cadastro e deve ser processada dentro de sete dias após a primeira transação. Em seguida, os usuários definem o período de tempo pelo qual desejam ter acesso a esse domínio, chamado de período de aluguel.

Como proprietários de um domínio, os usuários podem configurar os vários subdomínios e os diferentes endereços aos quais desejam que seu nome se vincule. Mas o maior benefício que o ENS oferece é poder compartilhar um endereço Ethereum mais rapidamente reconhecível do que a cadeia padrão de letras e números aleatórios.


Por que o ENS tem valor?

O token ENS foi lançado em 8 de novembro de 2021, e seu airdrop foi feito para todos que possuíam um nome de domínio ENS (.eth endereço) antes de 31 de outubro de 2021. A elegibilidade para reivindicar tokens ENS foi baseada na fórmula derivada de vários fatores históricos do endereço da carteira: 

  • Idade do endereço .eth (com registros mais antigos recebendo mais ENS).
  • Os proprietários que definiram um ENS primário (anteriormente conhecido como Registro inverso, que faz com que os endereços Ethereum apontem para nomes ENS) receberam um multiplicador de 2x.

Os usuários precisaram reivindicar seus tokens em um determinado período de tempo antes que eles fossem queimados.

Há um total de 100 milhões de tokens, distribuídos da seguinte forma:

  • 25% do airdrop para titulares de .eth: Ficaram disponíveis para reivindicação por um determinado período de tempo, após o qual quaisquer tokens restantes foram enviados à tesouraria do DAO.
  • 25% para colaboradores do ENS: Os tokens para os principais colaboradores têm uma programação de bloqueio e aquisição de quatro anos.
  • 50% para a tesouraria da comunidade do DAO: 10% dessa alocação ficou disponível para o DAO no lançamento, enquanto o restante permaneceu bloqueado por um período de quatro anos.

Guias de criptomoedas da Kraken


Aqueles que encontram valor na compra de um endereço Ethereum exclusivo e legível podem optar por comprar tokens ENS para simplificar suas transações de criptomoedas.

Outros, interessados em votar propostas de governança levantadas no DAO do Ethereum Name Service, também podem querer comprar tokens ENS.

Por fim, aqueles que acreditam que a demanda de acesso ao DAO do ENS pode aumentar com o tempo também podem se interessar em comprar tokens ENS.

Começar a comprar ENS


Que tal dar o próximo passo? Clique no botão abaixo para comprar ENS na Kraken hoje mesmo!

 

Kraken

(3k)
Get the App