Kraken

O que é Qtum? (QTUM)

O Guia do Iniciante


Qtum (pronunciado "quantum") é um software de criptomoeda que visa combinar diferentes partes dos modelos de design do Bitcoin e do Ethereum, em uma tentativa de atrair desenvolvedores de aplicativos. 

Isso porque, apesar de algumas semelhanças gerais, o Bitcoin e o Ethereum divergem nas especificidades de como suas blockchains operam e de como registram e atualizam os saldos mantidos pelos usuários. 

Ao tentar um design que combine aspectos únicos das duas redes, a Qtum pretende oferecer uma alternativa ao Ethereum que possa competir na programação, mantendo a compatibilidade com o Bitcoin, oferecendo algo como uma solução de blockchain do melhor dos dois mundos. 

A equipe da Qtum acredita que esse design atraia os usuários que buscam criar aplicativos em execução em uma blockchain, a principal proposta de valor do Ethereum, permitindo que suas criações sejam transacionadas de forma semelhante à forma como o Bitcoin faz. 

No entanto, os usuários provavelmente acharão que a Qtum também inclui muitos outros aspectos de outras redes de criptomoeda concorrentes.

A criptomoeda da Qtum, por exemplo, é usada para pagar taxas àqueles que ajudam a operar a rede, e a distribuição de QTUM recém-cunhado é baseada na propriedade do ativo. 

As moedas QTUM também fornecem direitos de voto em seu sistema de governança on-chain, o que significa que, se você comprar QTUM, você pode influenciar a direção do desenvolvimento do software. 

Aqueles que procuram permanecer conectados no status do projeto da Qtum podem seguir seu blog oficial. 

Nesse blog, os líderes do projeto lançam atualizações trimestrais detalhadas sobre o estado de sua direção de desenvolvimento e finanças gerais. 

What is qtum


Quem criou a Qtum?

Fundada em 2016, a Qtum foi lançada pela Qtum Foundation, uma organização sem fins lucrativos com sede em Cingapura que desenvolve e mantém o software.

Em 2017, a Qtum Foundation realizou uma oferta inicial de moeda (ICO), na qual arrecadou US$ 15 milhões, vendendo 51% das 100 milhões de unidades da criptomoeda QTUM existentes.  

O restante da oferta foi dado aos investidores e à equipe fundadora ou alocado para o desenvolvimento do negócio. O software da Qtum entrou em operação em outubro de 2017. 
 

Como funciona a Qtum?


Para alcançar sua visão ambiciosa, a equipe da Qtum modificou o código do Bitcoin para permitir que seus usuários de software escrevessem aplicativos de smart contracts semelhantes ao Ethereum sobre ele. 

Simplificando, sua camada base copia o modelo de transação do Bitcoin (UTXO), enquanto uma camada adicional na parte superior opera de forma semelhante à máquina virtual do Ethereum (EVM), o elemento que executa seus smart contracts e programas descentralizados. 

Como no Ethereum, a Qtum criou sua própria máquina virtual, que permite que os desenvolvedores gravem e executem programas em sua rede distribuída de computadores. 

Camada de abstração de conta

A camada de abstração de conta (AAL), a tecnologia de assinatura da Qtum, é o elemento que permite que a blockchain da Qtum se comunique entre essas duas camadas. 

Ao modificar o código principal do Bitcoin com um conjunto de novos comandos, a AAL torna possível a criação, execução e manipulação de smart contracts que operam de forma mais semelhante ao Ethereum.

Por fim, a AAL atualiza o registro da blockchain depois de processar transações de smart contract e adiciona cada transação a novos blocos. 

Proof-of-stake mutualizada

Para manter sua rede em sincronia, a Qtum usa uma variação no consenso de proof-of-stake (PoS), chamada proof-of-stake mutualizada (MPoS). 

Para que os nós validem e processem transações, eles devem fazer stake com QTUM em uma carteira. Em troca de validar, processar e registrar transações, esses nós recebem uma recompensa na forma de QTUM recém-cunhado, juntamente com as taxas de transação (pagas em QTUM), incluídas em um bloco.

Cada nova recompensa de bloco é dividida igualmente entre os nós produtores de bloco e nove nós anteriores. O projeto alega que isso reduz a probabilidade de um ataque, mascarando o valor imediato da recompensa do bloco de invasores em potencial. 
 

 


Por que o QTUM tem valor?

A criptomoeda QTUM desempenha um papel fundamental na manutenção e operação da rede Qtum e pode ser usada para manter, gastar, enviar ou fazer stake. 

Como tal, o principal caso de uso do QTUM é o pagamento de taxas pela execução de contratos na blockchain da Qtum.

Além disso, ao possuir e fazer stake de QTUM, os usuários podem votar em atualizações da rede, com cada voto sendo proporcional à quantidade de criptomoeda QTUM que foi colocada em stake. 

Embora a oferta inicial de QTUM tenha sido de 100 milhões de tokens, o protocolo permite a cunhagem de novos tokens no ajuste de 4 QTUM por bloco. 

Contudo, semelhante ao Bitcoin, o QTUM é escasso, já que o número de QTUM liberado em cada bloco é reduzido pela metade a cada quatro anos para manter a oferta total finita. 
 


Por que usar o QTUM?

A Qtum pode ser atraente para empresas que desejam lançar novos tipos de aplicativos em uma blockchain. Na verdade, até o momento, há diversos projetos que fizeram exatamente isso. 

Por exemplo, a Qtum integrou seu software em ofertas de desenvolvedores abertas da divisão da China da Amazon Web Services e do Google Cloud Platform, permitindo que os usuários agilizem e executem versões do software Qtum nessas áreas de segurança.

Como tal, os investidores podem querer procurar e adicionar QTUM ao seu portfólio, caso acreditem que o mercado favorecerá um dia blockchains interessantes para casos de uso empresarial.
 

Começar a comprar QTUM


Agora você está pronto para dar o próximo passo e comprar alguns QTUM!